segunda-feira, 13 de março de 2017

Oi, tudo bem?
Bem, como você não me responde nunca, estou escrevendo aqui mesmo. Talvez você nem leia, mas ao menos eu não fico com a sensação de que uma hora você irá responder.
Sabe, eu não entendo muita coisa de como viemos parar onde estamos. Sabe, eu sei que você diz que não sou eu o problema, mas eu estou me sentindo um problema enorme no mundo desde que você não fala mais comigo. Eu não enxergo onde foi que você achou que eu não sou mais digna de uma resposta sequer. Onde foi que eu não posso ou não tenho o direito de uma simples resposta a uma mensagem boba
Fomos tão amigas, tão parceiras, tão amantes que eu realmente me perdi em qual momento eu errei. Onde foi que eu comecei a merecer a sua indiferença.
Me dói, todos os dias.
Me doem todos os órgãos.
Me dói toda uma vida.
E eu sigo amando você e sigo com dor, não entendendo em que momento todo aquele amor se transformou nesse ódio seu por mim
Eu sinto muito. Sempre sentirei.
Ainda te chamo de "meu amor" em pensamento. Ainda visito você nas noites pra desejar bons sonhos.
Ainda estou aqui, a esperar alguma resposta.
Um beijo.

Nenhum comentário: