quarta-feira, 8 de março de 2017

Em algum lugar, no meio de uma rua de Botafogo, nosso beijo ainda está gravado. Em algum lugar além da minha memória, o momento em que você me tomou nos braços e nossas mãos se enlaçaram ainda faz algum sentido. No meio de todo o glitter e caos, no meio desses mais de 365 dias, alguém em algum lugar ainda se lembra do que fomos. Nosso amor ainda está pelos ares do Arpoador e da Aclimação. Os meus pés ainda se viram no momento em que você vai embora na rodoviária. Os meus lábios ainda te roubam um beijo no aeroporto.
E o amor nascido em Botafogo ainda faz algum sentido. Em algum lugar.

Nenhum comentário: