terça-feira, 29 de setembro de 2009

"você cresceu em mim de um jeito completamente insuspeitado, assim como se você fosse apenas uma semente e eu plantasse você esperando ver uma plantinha qualquer, pequena, rala, uma avenca, talvez samambaia, no máximo uma roseira, é, não estou sendo agressivo não, esperava de você apenas coisas assim, avenca, samambaia, roseira, mas nunca, em nenhum momento essa coisa enorme que me obrigou a abrir todas as janelas, e depois as portas, e pouco a pouco derrubar todas as paredes e arrancar o telhado para que você crescesse livremente, você não cresceria se eu a mantivesse presa num pequeno vaso, eu compreendi a tempo que você precisava de muito espaço..."

(caio fernando abreu - para uma avenca partindo)

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

"Quero seus poros na minha pele explodindo de calor..."

Coisa mais linda do mundo!
Shopping lotado, cheio de gente gritando, cantando...
E eu só conseguia ouvir a voz que sussurrava em meus ouvidos os trechos mais deliciosos dessa e de outras músicas.

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Hoje é dia...

Das cores, amores.
Dos sorrisos e da felicidade estampada.
Da gérbera e do girassol que se encontraram no jardim.
Do perfume que exalam.
Da primavera que começou antes do esperado.
Do colorido no dia a dia.
Dos sonhos reais.
Dos sorrisos sinceros.
Das verdades.
Das lágrimas de felicidade.
Das mais belas histórias.
Dos mais belos momentos.
Dos sussurros nas noites sem sono.
Das mais belas palavras de amor.
Das músicas.
De eu e você.

Feliz nosso dia das namoradas.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Olhar nos teus olhos e te saber minha.
E saber que vamos cuidar pra ser pra sempre.
É tão perfeito... É tão bonito... É tão nosso.

E não me admiro quando sei que estão nos espiando. Não me admiro quando vejo olhos atentos aos nossos passos.
Porque eu também teria uma pontinha de inveja se estivesse de fora.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Calada observo seu sorriso pintar poesias coloridas bem na minha frente.
Olhos que brilham frente aos seus.
Sorrisos constantes.
Tudo é mais bonito agora.

Em breve, um mês em que Jairzinho nos deu bom dia e Luciana Melo nos disse que o dia terminaria bem.

"Vai, vai por mim... Balanço de amor é assim."

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Ah, Patrick


Por quantas e quantas noites eu sonhei com que você me elevasse no meio da água e me fizesse voar... Por quantos dias tentei dançar a coreografia que em seus pés ficavam mais lindas do que em qualquer outros pés...
Foram muitas tardes de lição de casa adiada para ver-te dançar. Foram horas de LP ouvidos para repetir "And I owe it all to you" gritando no meu agudo mais alto. Foram dias ao lado do meu melhor amigo tentando aprender a coreografia mais marcante.
E não, eu não aprendi.
E agora você não está mais aqui para me ensinar.
Acho até que nem é a sua falta que vou sentir... Mas sinto a falta de quem poderia me ensinar a dançar "Time Of My Life" de forma leve e bonita.
Vá em paz.


(declaração ao homem que foi o amor secreto da minha vida na infância. )

Dia Branco


Se você vier pro que der e vier comigo
Eu lhe prometo o sol se hoje o sol sair
Ou a chuva se a chuva cair.
Se você vier até onde a gente chegar
Numa praça na beira do mar
Um pedaço de qualquer lugar.
Neste dia branco se branco ele for
Esse canto, esse tanto de amor, grande amor
Se você quiser e vier pro que der e vier comigo.
Se branco ele for
Esse pranto, esse tanto, esse tão grande amor, grande amor
Se você quiser e vier pro que der e vier comigo.

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

"Dona dos meus olhos é você..."

Trinta.
Três dezenas de dias.
E perde-se as contas de quantos foram os sorrisos nesses tantos dias.

"Desde a hora que você entrou, eu sabia que era com você que eu ficaria."
Olhos brilham.
Coração quase salta pela boca.

Sonhos que sonhamos juntas. Vontades que são só nossas.
Verdades.
Sinceridade.
Respeito.

E te agradeço por ter me olhado de modo tão encantador naquele dia. Por ter acreditado que poderia ser. Por ter me ligado no dia seguinte. Por ter ido me ver. E por todos os outros dias.

E ainda têm outros tantos dias a serem vividos.

O sol espera por nós para se pôr todos os dias e transformar a vida num céu rosa-alaranjado colorindo nossos dias.

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Ctrl+C Ctrl+V

Pelo menos aqui acabou!

Depois disso: http://www.fotolog.com.br/patacnunes/58827850

E disso: http://floresluiza.blogspot.com/2009/07/o-que-nem-eu-mesmo-sei.html (onde até deram título a um texto meu que não tem título)

Agora se quiser copiar sem creditar vai ter o trabalho de digitar.

Me enchi.
Puta palhaçada. Gostou do meu texto? Quer copiar? Ok. Mas não queira ficar com os créditos por tê-lo escrito.

É isso.

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Triiiim...


Eu não gosto de telefone.
Não gosto de falar e falar e falar ao telefone.
Mas o que acontece agora que meus créditos voam?
Sempre que é sua voz, eu não me importo. Fico feliz mesmo que seja só sua respiração do outro lado. Ou sua voz me carinhando pra que eu durma bem, como essa madrugada.
Ou apenas uma ligação pra saber se está tudo bem.
E sempre que é a sua voz, está tudo bem.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Rotina.

Acordar, tomar banho, café, pegar o ônibus, trabalhar o dia todo, voltar pra casa, verificar e-mails, msn, conversar, jantar, dormir.

Mas tudo muito mais bonito agora. Tudo com sorriso e cor.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

No meu contexto

(Foto: Eli D'Amore)



"E pelo visto, vou te inserir na minha paisagem e você vai me ensinar as suas verdades e se pensar, a gente já queria tudo isso desde o inicio."
(Tiê - Dois)


Inseri na paisagem e no dia a dia.
Inseri nas cervejadas de sexta, sábado, domingo. No círculo de amigos.
E fui inserida em seu mundo, em sua vida.
Felicidade que há tempos não surgia por aqui...
Dessa vez estou tranquila, sem medo.
Seu sorriso e suas palavras ditas com tanto carinho me fazem acreditar em nós.
Os escritos que são só nossos, as trocas de palavras, os sonhos, os planos, as vontades. Somos partes inteiras construindo a mais bela das histórias.

Do amor... Do amor... D'amore!
E como se confundir ao olhar seus olhos dentro dos meus e querer que isso dure pra sempre?
Como achar que não é amor quando o que mais quero nas poucas 24 horas que o dia tem é ficar ao seu lado?
Como desacreditar desse sentimento se todos os dias ao acordar o meu bom dia vai silenciosamente em seus ouvidos?
Se a sua voz é a música que me nina e me faz sonhar?
É nosso... E é mais bonito.



"Do nosso amor a gente é quem sabe, pequena..."

(Los Hermanos - Último Romance)

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

O que é imortal não morre no final.

Já diria o SandyJunior.
E agora, quem pode dizer isso e gritar isso e berrar pra quem quiser ouvir é nosso querido Fernandinho.
Collor agora é imortal. Foi eleito membro da Academia Alagoana de Letras.
Alguém me diz se já leu algum livro, conto, crônica, artigo ou qualquer coisa que justifique a candidatura e a posterior eleição do Fernandinho?
O cara simplesmente justificou sua candidatura com artigos e discursos que foram publicados em gráficas oficiais. Ou seja, jamais foram vendidas ao público em geral.
Tomando por base essa deliciosa notícia, fiquem todos a vontade para se candidatar a alguma vaguinha de imortal. Afinal de contas, hoje em dia todo mundo tem blog. E acho até que os 140 caracteres do Twitter devem servir como justificativa para a imortalização de geral.

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Dica do dia:

Não me julgue se já fez igual.
Eu não me tornei seca e fria e jamais me tornaria assim, eu apenas deixei acontecer e deixei a felicidade entrar aqui. E sabe? É real!
Amor acontece. Amém.

Dançar aqui, ali.

Me tirou pra dançar nesse ballet a dois.
Eu rodopio, rodopio e não quero parar.
É a primeia vez que uma dança não me causa medo.
A primeira vez que seguro uma mão tão segura de mim.
E danço... e dança... e dançamos.